quarta-feira, 12 de junho de 2013

FELIZ DIA DOS NAMORADOS

Em alguns países comemora-se o dia dos Namorados  no dia 14 de fevereiro. É o Valentine’s Day, uma comemoração ao dia de São Valentim, um bispo do século III d.c que se sacrificou em prol do amor dos jovens que foram proibidos de se casarem pelo Imperador Romano da época.
São Valentim contrariando as ordens, fazia os casamentos em cerimônias secretas pois acreditava que o amor era a base da família da felicidade.

Não demorou muito para que o Imperador descobrisse suas atividades e o mandou a prisão, lá, conheceu a jovem Asterias, uma garota que era cega. Filha de um carcereiro. A  bela Asterias conseguiu se aproximar de Valentim e os dois se apaixonaram perdidamente e após um abraço cheio de amor, a jovem recuperou milagrosamente sua visão. Apesar do apelo dos jovens e da comunidade, o jovem Valentim foi decapitado no dia 14 de fevereiro de 270 d.c. e mais tarde, devido ao milagre da cura da cegueira da jovem Asterias, seu amado foi canonizado e hoje é conhecido como São Valentim e a data de sua morte, 14 de fevereiro, é considerada como o Dia Internacional dos Namorados.

Há algumas controvérsias, a Igreja Católica deixou de celebrar o aniversário do mártir a partir de 1969 por duvidar de sua identidade e até da sua existência.
Nas mais antigas listas de mártires, confeccionadas nos primeiros séculos da era cristã, existem pelo menos três santos com nome de Valentim: dois bispos sepultados em diferentes locais da Via Flamínia, em Roma, e um terceiro que teria sido torturado e morto na África, todos eles lembrados em 14 de fevereiro.
Os autores da Enciclopédia Católica afirmam que os dados que chegaram até os dias atuais sobre esses três supostos mártires "carecem de valor histórico" por serem escassos, insuficientemente fundamentados e de data muito posterior à época em que se supõe que tenham vivido.

Ao longo dos séculos, esses três Valentins foram se unificando na memória popular, dando lugar assim a um personagem, uma história e uma tradição que não pararam de se enriquecer ao longo dos séculos, até se tornar uma lenda sobre alguém que de fato nunca existiu.

Aqui no Brasil o Valentine’s Day  não é uma data muito comemorada, pois a data oficial do Dia dos Namorados por aqui é 12 de junho. 
A divulgação da data no Brasil foi feita pelo empresário João Dória, que havia chegado do exterior. Representantes do comércio acharam uma ótima ideia para aquecer as vendas e escolheram o dia 12 de junho para ser o dia dos namorados em nosso país. A data foi escolhida às vésperas do dia de Santo Antônio, o Santo casamenteiro.
Há também algumas versões para que o dito Santo fosse escolhido como o Santo casamenteiro:
1.     Entre os Bascos, Santo Antônio é considerado o santo que faz o “matchmaker” ou seja, encontra os iguais, que casa coisas iguais.  Ele seria o santo que fazia o sagrado encontro de duas pessoas. De acordo com o costume relatado pelo Ver. Francis X. Weiser, publicado em 1958, as garotas Bascas faziam peregrinação no templo de Santo Antônio em Durango, no dia da festa, e oravam para ele encontrar um “bom rapaz”.
Vale dizer que os rapazes Bascos faziam a mesma jornada e ficavam do lado de fora do templo até as moças terminarem as suas preces e aí eles as tiiravam para dançar.
2.   Outra versão, muito contada pelos antigos, diz que uma jovem depois de fazer uma novena ao referido santo e não tendo encontrado noivo, zangada, jogou a imagem de Santo Antonio pela janela e a mesma caiu na cabeça de um caixeiro viajante que passava. Ela correu e levou-o para dentro e tratou de seu ferimento. Ele se apaixonou por ela e se casaram.

Bem, se é aqui no Brasil ou em outros  países, as pessoas comemoram o amor. Presenteiam seus namorados ou cônjuges, mandam flores, cesta de café da manhã, cesta de happy hour para degustarem juntos, mensagens, serenatas... Demonstram todo o amor que sentem. Usam de toda a criatividade e romantismo.

E você? Já disse, hoje,  para o seu amor : EU TE AMO!!

.. "Sentir-se amado é sentir que a pessoa tem interesse real na sua vida, que zela pela sua felicidade, que se preocupa quando as coisas não estão dando certo"...

Martha Medeiros








"Um relacionamento é divisão, é soma. Dividimos nossas vidas, nossos segredos, nossos sentimentos mais íntimos e somamos nosso amor, nossa paixão, nossas vidas. Um relacionamento estável contribui para o amadurecimento de ambos." (Pensamentos sobre o amor: Luis Alves)


Comemore, bebemore e ame, ame,ame...

Bjs

Vanessa Rueda

Fonte: Folha on line; brasilescola; imagens: google